Prefeitura mostra plano de obras de trincheira para escolas da região

Notícias

Estabelecimentos serão fundamentais para difundir informações corretas sobre caminhos alternativos a pais e motoristas de transporte escolar.

Representantes de 12 estabelecimentos de ensino da região do Seminário conheceram, nesta quarta-feira (29/8), o plano de ação da Prefeitura para o período de obras da trincheira do cruzamento da Rua Mário Tourinho com a Avenida Nossa Senhora Aparecida.

Em reunião no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), equipes técnicas do instituto e da Superintendência de Trânsito (Setran) detalharam o projeto para que as informações sejam difundidas entre pais e responsáveis pelos estudantes, além dos motoristas que fazem o transporte escolar.

“A informação prévia é muito importante. Não para discutir a obra em si, mas sobre como vamos informar para as pessoas de forma a impactar o menos possível”, avaliou a diretora-geral do Colégio Novo Ateneu, Vera Izabel Pugsley Julião.

A discussão específica com o segmento foi aprovada pelo gerente de unidades da Escola Tistu, Germano Lopes Assad. “Acho importante a iniciativa de setorizar as camadas da sociedade: moradores, escolas e o comércio local, para que a gente minimize os impactos da obra nesse primeiro momento”, avaliou. 

Orientações de trajeto

A Setran está produzindo um material específico com orientações de trajetos a ser distribuído às escolas da região. O diretor de operações de trânsito da Setran, Pedro Darci da Silva Junior, reforçou que será necessária atenção dobrada dos motoristas nos primeiros dias da obra.

“Vamos orientar sobre caminhos possíveis e diferentes daqueles utilizados pelos motoristas de passagem pelo bairro e que não precisam acessar as ruas onde há escolas”, informou.

O diretor explicou ainda que as demandas serão adequadas conforme a necessidade, tendo em vista a dinâmica do trânsito. “Quando a obra começar, equipes da Setran estarão circulando pelas ruas do entorno para verificar ajustes e soluções temporárias que possam ser implementadas”, acrescentou.

Reuniões setoriais

Na última segunda-feira (27/8), o projeto foi apresentado a moradores e comerciantes da região do Seminário em uma reunião pública, no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora Aparecida. Na semana anterior, outro encontro foi realizado no Ippuc com comerciantes de estabelecimentos situados nas esquinas defronte a futura obra, para esclarecer como vai funcionar a sinalização e o acesso aos estabelecimentos.

“Fizemos questão de discutir o assunto com os segmentos mais atingidos com a intervenção nas vias, para repassar informações oficiais sobre as mudanças”, esclareceu Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP) PAC Mobilidade e diretor-técnico do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Márcio Augusto de Toledo Teixeira.

Ganho para o transporte público

A trincheira da Mário Tourinho faz parte de um amplo programa de melhoria do transporte público financiado com recursos do PAC Mobilidade Urbana, como a linha do Inter 2, que transporta 91 mil passageiros por dia.

Para a construção da trincheira, a Avenida Nossa Senhora Aparecida será bloqueada ao tráfego pelo período de 180 dias.  Já o eixo da Rua Mário Tourinho, no sentido Parque Barigui e BR-277, ficará bloqueado até o fim da obras, previstas para dez meses, segundo contrato com a vencedora da licitação. Caso haja descumprimento de algum item contratual a empresa sofrerá sanções previstas.

Boletim de trânsito

Trânsito